sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

HISTÓRIA DO PONTO CRUZ

Ponto Cruz

Para quem não sabe, a arte de bordar Ponto cruz surgiu na idade média e espalhou-se na Europa, Estados Unidos e Inglaterra.
Era para as mulheres da época a única escola, e lhes permitia aprender esta linda arte.
A técnica de fazer ponto cruz é muito simples, na verdade é um fio de linha para bordado passando sobre o outro formando uma cruz.
Determinar a data exata do surgimento e quem teve esta idéia de ponto cruz é muito difícil. Estudiosos dizem que ele já existia em tempos muito antigos, quando o ser humano descobriu as maravilhas que se podia criar com apenas um fio de linha.
Os primeiros trabalhos parecidos com o ponto cruz foram encontrados por pesquisadores na Ásia Central cerca de 850 a.C.. Na idade média na Europa, a aparência do ponto cruz ainda era muito rudimentar, inspirada nos brasões de família.
Já no período do Renascimento, o ponto cruz espalhou-se na Europa como símbolo da educação. Os momogramas eram usados de mãe para filha para alfabetização.
Com o desenvolvimento desta técnica, o ponto cruz ganhou ares de decoração, graças à igreja Católica.
No século 16 os bordados eram feitos com fios de seda ou de lã. Nesta época também surgiram os primeiros esquemas impressos na Alemanha e Itália, para serem vendidos na Europa.
Somente no século seguinte, viajantes  descobriram matérias primas nas colônias, pigmentos foram levados do Oriente e das Américas para a Europa e graças a eles, uma futura gama de cores se tornará possível.
O resultado deste ponto mais parece uma pintura do que um bordado. É maravilhoso!
Essa é uma arte relaxante e que exercita a paciência.



Um comentário:

Cristina disse...

OIE AMIGA, QUE BOM QUE ESTÁ PARTICIPANDO DO SORTEIO...
BOA SORTE PRA VC...!
VOLTO AQUI DEPOIS PRA CONHECER SEU CANTINHO COM MAIS CALMA.
BJS CARINHOSOS, CRIS !!!

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOSSA ORAÇÃO.

"Deus,permita que eu possa ver os pontos,até o dia da minha morte.E quando eu cortar a linha pela ultima vez,e guardar as minhas agulhas e tesouras,que o trabablho feito por mim permaneça para que outras pessoas possam saber o prazer que conheci, senhor, nos dons que vós me destes."

Amém!!